Voltar para o início

Você conhece os 5 tipos de influenciadores digitais?

Muito se fala em influenciadores digitais. Mas, falando assim, parece que eles são uma coisa só, né? Porém, cada um construiu seu nome na internet de uma maneira diferente, por seu conhecimento, talento ou imagem pessoal.

E, pra trabalhar com eles, você precisa saber disso. Se cada um tem seu estilo, é preciso entender quais se encaixam com os objetivos da sua marca.

Pensando nisso, trouxemos nesse post os principais tipos de influenciadores digitais com quem você pode trabalhar. Vamos conhecê-los?

Celebridades

Elas podem ter surgido na internet ou conquistado a fama na mídia tradicional. Podem ser atores, cantores, atletas ou simplesmente alguém que conquistou a simpatia do público.

Independentemente da origem do seu sucesso, as celebridades têm uma multidão de fãs. Não são 100, nem 1000 — são milhões de seguidores. Só que é tanta, mas tanta gente, que o público delas é genérico, com interesses e comportamentos variados.

Vale a pena pra sua marca?

Se você quer alcance pra sua marca, então vale a pena contratar celebridades em sua estratégia de influenciadores. Mas saiba que o custo por isso será alto e você atingirá pessoas que não têm nada a ver com a sua persona.

Autoridades

Elas entendem tudo de algum assunto específico, como DIY, moda ou games. Os seguidores confiam muito nas opiniões das autoridades, pois elas também fazem parte do grupo, falam a mesma língua e compartilham dos mesmos interesses e problemas.

Por isso, elas precisam fazer jus à confiança que o público tem nelas. Opiniões, avaliações e indicações de marcas? Só se forem realmente boas pra sua audiência.

Vale a pena pra sua marca?

Embora as autoridades não tenham tanto alcance, elas têm grande relevância na sua comunidade. O que elas falam é ouvido e respeitado pelo público, por isso podem melhorar a percepção da sua marca. Mas saiba que elas precisam antes confiar em você.

Marca pessoal

Os influenciadores focados na sua marca pessoal construíram sua reputação na internet e precisam mantê-la sempre impecável.

São muito cuidadosos ao fazer parcerias com marcas, pois precisam gerar algum benefício à sua imagem pessoal, como melhorar seu status, aumentar o número de seguidores ou aparecer na mídia tradicional, por exemplo.

Vale a pena pra sua marca?

Procure esses influenciadores se você quer alcançar muitas pessoas. Como eles valorizam muito sua imagem pessoal, provavelmente serão muito criteriosos na escolha de um parceiro que gere grandes benefícios, e você ainda terá que pagar um preço alto pra isso.

Analistas

Eles conquistaram sua reputação junto a um público bem segmentado por causa do seu conhecimento. Eles são estudiosos em alguma área do conhecimento, como RH ou TI, e os seus seguidores esperam receber dados, informações e reflexões valiosas sobre o segmento.

Nesse caso, é a sua credibilidade que está em jogo. Por isso, eles buscam marcas parceiras que também gerem valor e conhecimento pro seu público.

Vale a pena pra sua marca?

Vale a pena se você quer atingir um público bem segmentado, focando na relevância do influenciador, não exatamente no alcance. Sua marca será associada a uma pessoa de extrema credibilidade no seu segmento.

Ativistas

Eles estão ligados a causas sociais, eles levantam bandeiras, eles têm um propósito maior, eles querem mudar o mundo. Por isso, eles têm facilidade em angariar fãs e seguidores que acreditem nos mesmos ideais.

Ao realizar parcerias com marcas, essa afinidade também deve acontecer. Elas precisam mostrar quais valores norteiam sua empresa pra conquistar a confiança do influenciador.

Vale a pena pra sua marca?

Ativistas têm grande poder de mobilização e engajamento dos seguidores que acreditam nas causas que eles defendem. Mas lembre-se que transparência é essencial no relacionamento com eles.

Então, já começou a pensar em quais tipos de influenciadores digitais se encaixam melhor nas suas estratégias?

Lembre-se que números de seguidores e likes podem impressionar, mas nem sempre é o que você precisa. Falando nisso, dê uma olhada no artigo em que falamos sobre influenciadores locais.