Voltar para o início

Relacionamento ideal com influenciadores

Quem trabalha no mercado publicitário há algum tempo está acostumado a lidar com tabelas de preços de mídia e a negociar descontos exorbitantes. Também deve estar acostumado ao tradicional processo de criação de campanhas, desde o planejamento até a veiculação.

Só que aí vêm os influenciadores e mudam tudo! Como lidar com um “espaço publicitário” que é uma pessoa? Será que dá pra negociar descontos como nas tabelas de mídia? Como será a criação das peças?

Se você se faz essas perguntas, esqueça um pouco o mercado tradicional da publicidade. No relacionamento com influenciadores, algumas práticas do marketing precisam ser revistas.

Vamos ver nesse post como você deve se relacionar com eles para ter bons resultados na sua estratégia de Marketing de Influência. Confira as nossas dicas:

Conheça os influenciadores

Já pensou pedir pra criar conteúdos sobre chocolate ao leite a quem é intolerante à lactose? Não fica nada bem… Por isso, você deve conhecer o influenciador antes mesmo de fazer contato. Leia seu blog, acompanhe as redes sociais, pesquise seu perfil, seus valores, sua história. Assim você saberá melhor se o influenciador transita no universo da sua marca.

Solicite o mídia kit do influenciador

Uma forma essencial de conhecer melhor os influenciadores é solicitar o seu mídia kit. Nesse documento, devem constar os seguintes itens (pelo menos):

  • Descrição sobre o perfil e o trabalho do influenciador;
  • Números de alcance e engajamento dos seus canais;
  • Possibilidades de formato de conteúdo e seus valores;

O envio do mídia kit dá um tom profissional ao relacionamento, e você pode analisar melhor se o influenciador é capaz de ajudar a atingir os objetivos da sua marca.

Dê liberdade na criação dos conteúdos

Na hora de falar sobre os conteúdos que serão publicados, deixe que o influenciador sugira as melhores abordagens, em um trabalho de co-criação. É ele quem conhece os seguidores e sabe do que eles vão gostar. Seu papel como marca parceira é subsidiar a criação dos conteúdos com um briefing completo e tirar as possíveis dúvidas.

Seja respeitoso na negociação

Talvez você esteja acostumado com tabelas de mídia que chegam a descontos de 90%. Porém, no relacionamento com influenciadores, esse tipo de oferta não acontece. Claro que é possível negociar um desconto, talvez incluir uma produção de conteúdo a mais, mas se você tentar baixar demais o preço, o influenciador pode se sentir desvalorizado.

Nutra o relacionamento com influenciadores

A relação com o influenciador não termina depois de fechar a negociação. Durante o andamento do contrato (sim, deve haver um contrato!), você precisa mantê-lo próximo da marca, pra que ele se sinta engajado. Envie produtos e mimos da empresa que sejam relevantes, informe sobre lançamentos em primeira mão e convide pra eventos, por exemplo.

Mantenha um relacionamento positivo

Marcas e influenciadores têm um relacionamento comercial, que exige responsabilidades e obrigações. É natural que aconteçam cobranças, mas não deixe que a relação se torne desagradável. Dessa forma, o influenciador não se sentirá mais motivado. Por outro lado, se houver um sentimento de amizade, o trabalho flui com gosto.

Enfim, rever as práticas do marketing tradicional pode ser desconfortável, porque é sempre mais fácil “fazer tudo como a gente sempre fez”. Só que os influenciadores digitais chegaram provocando o mercado a mudar pra melhor.

Pra entrar no mindset do Marketing de Influência, pense mais em qualidade do que quantidade, mais em confiança do que persuasão, mais em conexão emocional do que comercial. Assim, você está falando a língua dessa nova estratégia!

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais pra que mais pessoas saibam sobre relacionamento com influenciadores.