Voltar para o início

Macroinfluenciadores ou influenciadores locais: qual o melhor influenciador pra sua estratégia?

Na lógica do marketing tradicional, é natural que as marcas foquem em números de audiência. Afinal, a publicidade se acostumou a olhar a quantidade de assinantes do jornal ou de ouvintes da rádio pra escolher a mídia de um anúncio.

Por isso, quando entram no universo dos influenciadores, as marcas tendem também a olhar pra audiência: o número de seguidores nas redes sociais ou de pageviews no blog.

Só que, no Marketing de Influência, tem que analisar outros dados junto: engajamento com o público, reputação do influenciador, afinidade com a marca, entre outros pontos.

Analisando essas questões, você pode chegar à conclusão: os macroinfluenciadores são mesmo o que você precisa. Ou não: talvez os influenciadores locais sejam mais eficientes pra sua marca.

Neste post, vamos analisar cada caso pra saber qual o melhor influenciador pra sua estratégia: macroinfluenciadores ou influenciadores locais?

Quando investir em macroinfluenciadores

Macroinfluenciadores são aqueles criadores de conteúdo que impressionam pelos números, porque eles têm milhares ou até milhões de seguidores.

Eles podem até ter um ramo de atuação — como a Gabriela Pugliesi (fitness) e a Thassia Naves (moda). Porém, o público que eles atingem é bastante diverso. Afinal, são milhões de pessoas! E é tanta gente, que eles não conseguem dar atenção a todos os seus fãs…

Com essas características, já dá pra perceber que eles têm mais ou menos o papel que as celebridades exerciam na publicidade tempos atrás. Só que as empresas sabem que contratar famosos tem um preço. E esse preço geralmente é caro.

Além disso, o relacionamento entre marcas e macroinfluenciadores é distante, pois geralmente envolve um representante e uma burocracia maior.

Você deve estar se perguntando: então, vale a pena contratar os macroinfluenciadores? Em resumo, você pode fazer parcerias com eles quando:

  • Quer aumentar o alcance da marca ou gerar grande repercussão;
  • Quer se comunicar com diversos públicos sem uma segmentação específica;
  • Quer gerar desejo pela marca ao ser recomendada por uma celebridade;
  • Tem uma verba significativa pra campanha.

Quando investir em influenciadores locais

Influenciadores locais têm menos seguidores que as grandes celebridades da web que citamos acima. Mas não é esse o ponto forte deles mesmo.

O que os eles têm de melhor a oferecer em parceria com as marcas é a proximidade com o público. Mas por que isso acontece?

Porque eles são referências em nichos, como esportes de aventura ou moda plus size. E quando tratamos de nichos de público, falamos de audiências menores, porém mais engajadas com o criador de conteúdo, que consegue dar atenção a todos.

Também acontece porque eles não são celebridades distantes — eles são parte do público, têm os mesmos gostos dos seus seguidores e pensam como eles. Assim, a interação se torna mais rica, e o influenciador desperta mais confiança.

Em relação às marcas, o relacionamento com os influenciadores tende a ser mais próximo também. Você pode trazê-lo pra dentro da sua empresa, negociar diretamente com ele, construir a campanha em co-criação e nutrir uma relação de confiança.

E eis aqui uma das maiores vantagens em relação aos macroinfluenciadores: o custo é muito menor, por eles não serem celebridades famosas.

Em resumo, vale a pena contratar influenciadores locais quando você:

  • Quer se comunicar com um nicho de público;
  • Quer educar o público sobre o seu produto com explicações de um especialista;
  • Quer um relacionamento mais próximo com o influenciador;
  • Tem um orçamento limitado.

Então, em qual situação a sua marca se encontra? Qual o melhor influenciador pra sua estratégia atual? Tanto os macroinfluenciadores quanto os influenciadores locais podem trazer benefícios pra sua empresa — tudo depende dos seus objetivos.

Agora, saiba como estabelecer um relacionamento ideal com os influenciadores, que traga resultados positivos pra sua marca, pra eles e pro seu público.